CHINA BLOQUEIA CONTAS DE REDE SOCIAL WEIBO

China bloqueia contas de rede social relacionadas a criptomoedas. Banco central chinês acelera os testes de sua própria moeda digital.

Uma série de contas relacionadas a criptomoedas na rede social chinesa Weibo, semelhante ao Twitter, foram bloqueadas no fim de semana, quando Pequim intensificou a repressão ao comércio e mineração de bitcoins.

No fim de semana, o acesso a várias contas do Weibo relacionadas à criptografia amplamente seguidas foi negado, com uma mensagem dizendo que a conta "viola leis e regras".

No mês passado, o Conselho de Estado da China, ou gabinete, prometeu reprimir a mineração e o comércio de bitcoins, intensificando uma campanha contra criptomoedas dias depois que três órgãos da indústria baniram serviços financeiros e de pagamento relacionados à criptografia.

Mais ações são esperadas, incluindo a vinculação de atividades criptográficas ilegais na China mais diretamente com a lei criminal do país, de acordo com analistas e um regulador financeiro.

A intensificação da repressão ocorre ao mesmo tempo em que o banco central chinês acelera os testes de sua própria moeda digital.

A agência oficial de notícias Xinhua publicou artigos que expõem uma série de golpes relacionados à criptografia. A emissora estadual CCTV disse que a criptomoeda é um ativo pouco regulamentado, frequentemente usado no comércio no mercado negro, lavagem de dinheiro, contrabando de armas, jogos de azar e tráfico de drogas.

O congelamento do Weibo ocorre no momento em que a mídia chinesa intensifica as denúncias contra o comércio de criptografia e a intensificação da repressão também ocorre ao mesmo tempo em que o banco central da China está acelerando os testes de sua própria moeda digital.

Mais Notícias no Free Bitcoin