JPMORGAN PREVÊ QUE BITCOIN VAI CAIR MAIS EM 2021

JPMorgan prevê que a queda do Bitcoin em 2021 ainda não acabou. O Bitcoin (BTC) passa por um momento de demanda fraca de grandes players.

Uma equipe de estrategistas do JPMorgan, liderada por Nikolaos Panigirtzoglou, acredita que o Bitcoin (BTC) passa por um momento de demanda fraca de grandes jogadores.

De acordo com o JPMorgan, a curva de futuros do Bitcoin está no que a equipe chama de “backwardation”, ou “retrocesso”, o que significa que o preço à vista é mais alto do que os contratos futuros.

Os contratos de futuros exigem que o comprador compre ativos a um preço específico em uma data fixa em algum momento posterior. Os estrategistas estão preocupados, porque a última vez que o preço à vista foi mais alto do que os contratos futuros foi em 2018, quando ocorreu o último crash do Bitcoin.

Nesse crash, as criptomoedas caíram quase 80%, tornando-o pior do que até mesmo o estouro da bolha da internet na virada do milênio.

Isso sugere ostensivamente que um mercado de baixa pode estar chegando, já que há uma falta de interesse de investimento por parte dos compradores institucionais. As descobertas do JPMorgan baseiam-se em uma média de 21 dias de contratos futuros de BTC sobre os preços à vista.

A equipe declarou:

"Este é um desenvolvimento incomum e um reflexo de como a demanda por Bitcoin está fraca no momento por parte de investidores institucionais que tendem a usar contratos de futuros da CME regulamentados para ganhar exposição ao Bitcoin."

Mais Notícias no Free Bitcoin