SANTANDER ENCERRA CONTA DE PIRÂMIDE DE BITCOIN

O banco Santander encerrou a conta de uma grande pirâmide de Bitcoin que deixou milhares lesou vítimas no Brasil e no resto do mundo.

O Santander Bank Polska, divisão do gigante banco na Polônia, recebeu denúncias em maio de 2021 que os responsáveis por lavar o dinheiro do esquema OneCoin haviam aberto contas na instituição.

Usando empresas de fachada, como tem feito desde 2016, os promotores da OneCoin criam contas em bancos e operam o capital para tentar tornar os frutos do golpe internacional em dinheiro lícito.

Contudo, o perfil Crypto Xpose no Twitter tem se dedicado a rastrear essas operações e denunciar aos bancos. No caso do Santander, a pirâmide de Bitcoin foi descoberta pelo perfil, que já havia feito denúncias as instituições polonesas.

Com o fim do esquema, que aconteceu em 2016, as vítimas da OneCoin ainda procuram reaver o dinheiro investido, visto que a líder principal da empresa, Ruja Ignatova, a “Rainha das Criptomoedas”, ainda está desaparecida.

Parte dos clientes do esquema estavam no Brasil, quando a OneCoin ainda funcionava e captava pessoas com promessas de rendimentos fixos ao mês com uma moeda que seria melhor que o Bitcoin. Sem sair do papel, a criptomoeda falsa nunca chegou a existir, mas o golpe foi real.

Mais Notícias no Free Bitcoin